Tormentas já crescem no RS

Áreas de instabilidade associadas a presença de um sistema alongado de baixa pressão (cavado) e a perturbações no escoamento da atmosfera, já se desenvolviam no meio da madrugada deste sábado entre a Argentina, Uruguai e o RS. Nas próximas horas, há condição para chuvas localmente fortes, acompanhadas de trovoadas e eventuais vendavais (> 70 km/h) e queda de granizo em pontos da Fronteira Oeste em direção a Campanha e ao centro do estado. 

Legenda da figura: Imagem de satélite do canal 13 mostra nuvens de tormenta e raios (pontos brancos) em áreas próximas a Tríplice Fronteira. 

Fernando Rafael

28 de Nov às 03:42

Tempestades se formam rapidamente sobre algumas áreas do RS

O ingresso de ar muito quente e úmido sobre o RS através do Jato de Baixos Níveis (JBN), juntamente com a intensificação de um cavado zonal em superfície no interior do continente (incluindo o RS) e o avanço de uma frente quente, dentre outros fatores, já colaboram desde o meio da madrugada para formação de tormentas sobre áreas do setor oeste, centro e leste do estado, incluindo a região de Alegrete e Uruguaiana, Santa Maria, Vales, Grande Porto Alegre e Litoral Norte, onde há chuva forte acompanhada de muitas trovoadas com precipitação de granizo em pontos localizados, sem descartar rajadas de vento mais intensas em pontos isolados. Ao longo do dia, sobretudo nas próximas horas, segue a condição para novas tempestades nas regiões anteriormente citadas e em pontos do Sul, Campanha, Costa Doce, Serra, Planalto Médio e regiões próximas.

Legenda da figura: Imagens dos radares de Santiago e Canguçu mostram a formação de tempestades (tons vermelhos da variável de refletividade no mapa) em uma extensa área desde pontos da Fronteira Oeste, passando pela região de Santa Maria, até a Grande Porto Alegre e Litoral Norte no RS.

Fernando Rafael

30 de Set às 05:39

Tormentas atuam no Uruguai e podem atingir pontos do Sul gaúcho

Uma animação das últimas imagens de satélite do canal 13 do Goes-16 com sobreposição de descargas elétricas atmosféricas (pontos brancos) indicam a formação de nuvens de grande desenvolvimento vertical (topos das nuvens bastante frios), associadas a temporais, em áreas do setor sudoeste do Uruguai, próximo da Província Argentina de Entre Ríos. Nas próximas horas, essas instabilidades devem seguir se desenvolvendo, afetando praticamente todos os departamentos Uruguaios, com exceção de pontos do extremo norte do país. Em função do padrão de ventos na média troposfera e de outras condições favoráveis, essas instabilidades com chuva localmente forte e trovoadas também podem atingir pontos da fronteira do Uruguai com o RS, bem como pontos do extremo Sul, Serra do Sudeste, Costa Doce e Litoral Sul (RS) ao longo da noite de hoje e principalmente no decorrer da madrugada e manhã deste sábado (26). De maneira mais localizada, intensas rajadas de vento (>70 km/h) e precipitação de granizo também não podem ser descartados em todas as regiões do RS e Uruguai anteriormente citadas ao longo do período. 

Fernando Rafael

25 de Set às 19:50

Aguaceiros, trovoadas e granizo em áreas da Metade Sul do RS

No início da tarde deste domingo, áreas de instabilidade associadas a presença de uma frente de característica estacionária,  ar quente e úmido associado ao Jato de Baixos Níveis e a um cavado invertido em superfície sobre o RS, se faziam presentes sobre áreas da Metade Sul e Fronteira com o Uruguai, incluindo pontos da Fronteira Oeste (essa última pela manhã). Além de uma grande área sob chuva fraca/moderada por vezes intensa acompanhada de trovoadas e relâmpagos (raios), já houve o registro de precipitação de granizo em diversos municípios desta região neste domingo e as condições seguem favoráveis para a ocorrência do fenômeno em pontos isolados desta região nas próximas horas, não se descartando também ventos localmente mais intensos, com rajadas > 60/70 km/h.

Legenda: Gif (sequência) das últimas imagens de satélite do canal visível, mostram grande quantidade de nuvens (tons brancos) sobre o RS, especialmente em áreas do Centro e Sul gaúcho, onde a nebulosidade é mais densa e há chuva. Os pontos amarelos indicam a ocorrência de descargas elétricas (raios). 

Fernando Rafael

13 de Set às 12:31

Tormentas elétricas atuam sobre áreas do RS

O início da madrugada deste domingo é marcada pela presença de áreas de instabilidade que provocam pancadas de chuva acompanhada de intensa atividade elétrica (raios) em diversas áreas do estado e na região de Fronteira com o Uruguai. A expectativa é que essa condição se mantenha nas próximas horas com ambiente favorável a formação de tempestades em pontos isolados, especialmente em áreas do centro/sul/oeste gaúcho, onde há potencial para chuvas localmente fortes acompanhada de muitas trovoadas com eventual precipitação de granizo, não se descartando rajadas de vento mais fortes de forma muito isolada. 

Imagem do GLM mostra a presença de descargas elétricas nos últimos 20 min (pontos vermelhos). 

 

Fernando Rafael

13 de Set às 00:40

Temporais no setor norte e nordeste do Uruguai e no extremo sul gaúcho

A aproximação de uma nova frente fria pelo Uruguai e a presença de ar quente e umidade associado a um cavado invertido em superfície sobre o RS, já favorecem a formação de áreas de instabilidade atmosférica nos Departamentos do norte e nordeste do Uruguai e em áreas do extremo Sul gaúcho. Nas próximas horas, essas instabilidades devem aumentar sobre a Metade Sul e em áreas do sudoeste do RS e há condições favoráveis para chuva forte acompanhada de trovoadas (raios) com potencial para granizo em pontos isolados (de tamanho mais significativo de forma pontual) além da possibilidade de rajadas de vento > 70 km/h em alguns pontos.

A imagem do GLM (sensor de descargas elétricas) indicam a presença de raios em áreas próximas a Fronteira do RS com o Uruguai e no extremo sul gaúcho, entre Jaguarão, Arroio Grande e a reserva do Taim. 

 

Fernando Rafael

11 de Set às 15:34

Temporais se aproximam da Grande Porto Alegre

A atmosfera segue instável entre no final da noite desta quarta e ainda na madrugada desta quinta-feira (10) em diversos pontos do RS, especialmente em áreas da faixa leste e nordeste do estado, com destaque para a porção norte da Lagoa dos Patos neste momento, como pode ser visto pela imagem do sensor GLM (em anexo), que indica alta densidade de raios sobre áreas do Vale do Rio Pardo, norte da Costa Doce e em áreas próximas a Grande Porto Alegre. Seguem as condições favoráveis para a formação de tempestades com elevado risco para granizo em pontos dos setores norte e nordeste do estado nas próximas horas, incluindo áreas da Grande Porto Alegre, Vales, Litoral Norte, Aparados e Serra.

Fernando Rafael

09 de Set às 23:49

Temporais se organizam entre a Fronteira Oeste e o Centro do RS

A interação do ar quente e úmido associado ao transporte de ar quente e umidade pelo Jato de Baixos Níveis com a passagem de uma nova frente fria pelo leste do Rio Grande do Sul, dentre outros fatores, segue favorecendo a formação de temporais localizados sobre algumas áreas do RS no início da noite desta quarta-feira. Neste momento, áreas de instabilidade atuam entre a Fronteira Oeste e a região centro/sul do estado, incluindo as regiões próximas de São Borja e Santa Maria (identificada pela imagem do Radar Meteorológico de Santiago em anexo). Seguem as condições favoráveis para a ocorrência de chuva localmente forte, intensa atividade elétrica (raios) com eventual precipitação de granizo, sem descartar ventos mais intensos (> 70 km/h) em pontos isolados dessa região e de outras áreas do estado no decorrer das próximas horas. 

Fonte da imagem: REDEMET. 

Fernando Rafael

09 de Set às 20:08

Tormentas se formam rapidamente sobre áreas da Metade Sul do RS

O direcionamento do fluxo de ar quente e umidade associado ao Jato de Baixos Níveis (JBN) e a aproximação de uma nova frente fria pela faixa leste do Rio Grande do Sul contribuem para a formação das primeiras áreas de chuva no Sul do RS, mais precisamente na região de Pinheiro Machado, Piratini, Canguçu e Pelotas, estando posicionadas mais a sul e ocorrendo mais tarde do que inicialmente estava sendo aguardado. Adverte-se para condições favoráveis a ocorrência de pancadas fortes de chuva acompanhada de descargas elétricas com alto potencial para precipitação de granizo (podendo apresentar-se com diâmetro mais significativo), além de não se descartar a ocorrência de rajadas de vento > 70 km/h em pontos isolados, inicialmente na Metade Sul e posteriormente, se estendendo por outras regiões gaúchas no decorrer das próximas horas. 

Imagem de satélite do canal visível com sobreposição de raios (pontos amarelos) indicam a formação de tormentas sobre áreas do Sul gaúcho. 

Fernando Rafael

09 de Set às 18:06

Tempestades localizadas com potencial para granizo no RS
Imagem de radar do final da noite deste sábado (5) indica a presença de células de tempestade localizadas atuando sobre áreas do centro/sul/sudoeste e oeste do RS. Fonte: REDEMET.

O final da noite deste sábado e o início da madrugada do domingo (6) são marcados pela formação de células de temporais muito localizadas sobre áreas do centro/sul e fronteira oeste e sudoeste do RS com o Uruguai e Argentina. No último horário, instabilidades também começaram a se desenvolver em pontos do norte gaúcho. E as últimas projeções numéricas sugerem a degradação do cenário meteorológico com a intensificação das instabilidades e condições favoráveis a formação de novas tempestades com potencial para causar granizo de pequeno a mediano tamanho (com potencial para danos) além de vendavais localizados (com rajadas de vento > 70 km/h) com chuva forte acompanhada de intensa atividade elétrica atmosférica (raios). 

Looping (sequência) de imagens do sensor de descargas elétricas (GLM) mostra alta incidência de raios sobre o RS no final da noite deste sábado.

Aonde e quando? Nas primeiras horas da madrugada esse alerta também engloba áreas da Metade Sul do estado (Fronteira sudoeste, Campanha, Serra do Sudeste e Costa Doce), no entanto, entre a madrugada e a manhã deste domingo, as instabilidades devem se concentrar/afetar de forma mais incisiva, áreas do setor centro/norte/oeste/nordeste/leste gaúcho, incluindo as áreas de São Borja, São Francisco de Assis, Santa Maria, São Sepé, Tupanciretã,  Sobradinho, Rio Pardo, Encantado, São Luiz Gonzaga, Panambi, Santa Cruz do Sul, Porto Alegre, Novo Hamburgo, Taquara, Caxias do Sul, Nova Prata, Torres, Tramandaí, Montenegro, Teutônia, Cruz Alta, Carazinho, Ijuí, Passo Fundo, Santa Rosa e municípios próximos. Deve atentar-se à possibilidade de altos acumulados de chuva que podem causar alagamentos pontuais nas regiões anteriormente citadas.

Fernando Rafael

06 de Set às 00:00

Chuva volumosa e temporais em algumas áreas do RS
Foto de Diulio Machado da precipitação de granizo miúdo em Rio Pardo (localidade de Rincão del Rey) por volta das 12h deste sábado (5).

Durante o período da manhã e agora no início da tarde deste sábado (5), instabilidades afetam áreas da região central do estado, incluindo a região de São Gabriel, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, São Sepé, Rio Pardo, Santa Maria e áreas adjacentes. Nas próximas horas, novas áreas de instabilidade devem crescer e afetar outras regiões do estado: centro/oeste/leste e da Serra do Sudeste, incluindo os pontos anteriormente citados, como áreas da Grande Porto Alegre e de Encruzilhada do Sul, Camaquã, Uruguaiana, Alegrete, Quaraí, Santana do Livramento e regiões próximas. Há alerta para a possibilidade de pancadas localmente fortes de chuva (que podem ser volumosas => 20/30 mm num intervalo de 1h) acompanhada de trovoadas (algumas intensas) com eventual precipitação de granizo e vendavais isolados (> 70 km/h). Além disso, os ventos do quadrante leste/sudeste devem continuar se fazendo presente sobre municípios do centro/sul gaúcho, em especial da Serra do Sudeste, com rajadas de vento entre 40/60 km/h (pontualmente mais altas). 

Fernando Rafael

05 de Set às 13:47

Risco de granizo em algumas áreas do RS

Tempestades atuando nesse momento na região de Arroio Grande e a sul de Pelotas, no Sul do estado. Há chance de granizo em instantes na região da Praia do Cassino e de Rio Grande. Outra célula de tempestade está a caminho de Soledade e Fontoura Xavier, na região da Serra do Botucaraí. Há elevado risco para granizo nesses pontos.

Gabriel Cassol

29 de Ago às 00:46